Categorias: Em casa, Para fazer em casa, Teatro

Performances on-line de contos e lendas indígenas divertem os finais de semana da criançada

Lives cênicas Contos do Índio e da Floresta divertem os finais de semana com lendas da floresta direto da Amazônia

Matintaperera e Curupira, personagens conhecidos do lendário amazônico, saem do lugar mais escondido da floresta para chegar à casa das crianças, via internet; levando histórias com humor, mistério e um apelo por preservação ambiental e pela cultura indígena brasileira. Esta é a ideia das lives cênicas Contos do Índio e da Floresta; que serão apresentadas na plataforma digital Sympla Streaming aos sábados e domingos, às 15h, até final de novembro. Clique aqui para comprar ingressos.

As lives são baseadas no ambiente fantástico e nas personagens da mitologia indígena brasileira.

O projeto apresenta duas performances diferentes; com cada uma das personagens apresentando seu repertório de lendas. Matintaperera conta suas histórias aos sábados. Curupira apresenta-se ao vivo nas tardes de domingo. Tudo integrado no mesmo projeto, que conta ainda com a personagem Kauani Preguiçosa; um boneco de manipulação que se encarrega de ser a anfitriã do encontro on-line.

Matintaperera conta as histórias de Poré, o pai dos raios e trovões; o povo indígena caranguejo; Mãe d’ Água e a sua origem de índia guerreira; Querpimanha, a mãe dos sonhos; a Lenda do Milho; Curupira, o ser fantástico que protege a floresta; Mapinguari, monstro terrível da Amazônia; Arapaçu, o pássaro e a raiz mágica que abre portas.

Curupira, com seus pés virados para trás, aponta um caminho certeiro em que a preservação ambiental e da cultura indígena precisam ser tratadas com prioridade. Com humor, emoção e uma pitada de mistério, Curupira narra histórias de amor que explicam como surgiu a noite e como nasceu o rio Amazonas; conta também as histórias da Vitória-Régia, da Cobra Grande, do Acauã e do esperto sapo Arutsãm.

Viviane Bernard, além de atriz, criou os figurinos e o cenário, que é uma floresta feita na técnica patchwork. “O visual tem um aspecto rústico, artesanal, como se fosse costurado pelas vovós de antigamente. Por isso o espetáculo evoca a tradição, mas também abraça os recursos tecnológicos de luz e áudio para uma boa transmissão ao vivo. Mistura o tradicional com a novidade do momento”, observa Viviane.

Ingressos e contribuição voluntária

A performance virtual é um projeto novo que nasce para atender uma demanda que transpassa espaços físicos. Além de propor uma forma diferente de entretenimento e conhecimento para toda a família. Os ingressos custam R$ 10,00 por acesso e o link pode ser aberto em qualquer aparelho com acesso à internet e zoom instalado: tablet, computador, celular e até mesmo nas TVs e consoles de videogames. Cada link dá acesso a um IP, que pode ser compartilhado com todos que estiverem no mesmo local.

Como a cultura foi o setor mais impactado com a pandemia, a produção abriu vendas de ingressos solidários, a título de contribuição. As doações (já incluindo o valor do ingresso) podem ser nos valores de R$30,00 e R$100,00. Os valores são destinados aos profissionais envolvidos no projeto.

Serviço Passeios Kids:

Lives cênicas Contos do Índio e da Floresta

“Contos do Índio e da Floresta – Por Matintaperera” até 28 de novembro, aos sábados, às 15h.

“Contos do Índio e da Floresta – Por Curupira” até 29 de novembro, aos domingos, às 15h.

Venda e ingressos e acesso à transmissão: www.sympla.com.br/contosdoindioedafloresta

Necessidades técnicas para acessar a apresentação: baixar o aplicativo Zoom preferencialmente no PC ou notebook. Também é possível assistir por tablet, celular ou emparelhamento com Smart TV.

Ingressos: R$ 10,00 (ingresso por acesso)

Ingressos solidários: de R$ 30,00 a R$ 100,00

Duração: 25 minutos cada uma das apresentações

Livre

Procurando um passeio seguro para fazer neste momento? Clique aqui para saber mais.

Publicidade

Acampamento de férias