Categorias: Gratuito, Oficina, Passeios, Teatro

100 anos de Arte Moderna: Centro Cultural São Paulo recebe a Cia. Articularte que apresenta o modernismo para a criançada

O Grupo cria instalação artística sensorial para crianças, apresenta quatro espetáculos de teatro de bonecos e realiza oficinas e bate-papos entre junho e agosto

 

O Centro Cultural São Paulo comemora o centenário da icônica Semana de Arte Moderna de 1922 com uma programação especial para as crianças. Trata-se da ocupação 100 Anos de Arte Moderna 100 Ponto Final, com peças do grupo Cia. Articularte de Teatro de Bonecos. Os espetáculos ocorrem entre 4 de junho e 14 de agosto, com apresentações às sextas, às 10h00 e às 14h00; e aos sábados e domingos, às 16h. Ah, o evento é gratuito para toda a família! 

A proposta da ocupação manifesto é mostrar para as crianças a importância do movimento modernista para a nossa cultura e, por meio da arte, ampliar os horizontes culturais do público. 

Programação

Quatro espaços do CCSP foram transformados em ambientes sensoriais. Com o propósito das crianças terem contato com a atmosfera da Semana de Arte Moderna de 1922. Há, inclusive, um miniteatro montado com 40 lugares. O miniprojeto imita a arquitetura em miniatura do Theatro Municipal de São Paulo, onde ocorreu esse evento histórico. 

É nesse miniteatro que os pequenos assistirão a quatro espetáculos de teatro de bonecos. A Cuca Fofa de Tarsila, O Trenzinho Villa-Lobos e Portinari Pé de Moleque, que compõem a Trilogia Modernista, além de Farol de Cores, o novo trabalho da Cia. Articularte, sobre as infâncias, as pinturas e os jogos de Anita Malfatti e Di Cavalcanti.

A ocupação ainda conta com a série “Debates do Século das Cores”, uma série de conversas com os descendentes de Tarsila do Amaral, Cândido Portinari, Heitor Villa-Lobos, Anita Malfatti e Di Cavalcanti.  Todos mediados por provocadores de conhecimento histórico artístico, além de convidados da classe teatral e artística.

Já as Oficinas Artísticas de Treinamento para a classe teatral e interessados são três workshops sobre “Mímica Corpórea” (ministrado por Victor de Seixas), “Bufonaria” (por Allan Benatti) e “Clown com Bonecos” (por Cida Almeida).

 

Espetáculos:

O Trenzinho Villa-Lobos

A peça encena as aventuras e peraltices de Tuhu (apelido de infância de Heitor Villa-Lobos), seu contato com o mundo da música e a descoberta de sua verdadeira vocação. A trama fala da sensibilidade musical que existe em todos nós. E mostra também o relacionamento difícil do menino Heitor com o seu pai, bastante severo e de uma época antiga. O espetáculo é uma homenagem ao maestro Heitor Villa-Lobos, que compôs mais de 1.000 peças musicais. 

 

A Cuca Fofa de Tarsila

O espetáculo inventa e conta de forma singela uma lenda de duelo entre o Abaporu e o mágico Boi da Lua pela disputa do amor da Negra Tarsila. O Passarinho Verde fofoca e aumenta a notícia do duelo e tudo se transforma em uma confusão tamanha, que a Negra Tarsila terá que resolver com a ajuda de entes fantásticos ou folclóricos como a Urutu, a Uiara e a Cuca. Através da técnica de Teatro de Bonecos adaptado da arte oriental Bunraku, a peça é inspirada na obra da artista plástica Tarsila do Amaral.

Portinari Pé de Moleque

Uma vizinha invejosa coloca “olho gordo” (sem querer querendo) em uma obra de Cândido Portinari. Isso faz com que a boneca Denise e seu Carneirinho caiam do um quadro recém pintado. Denise é curiosa e faz algumas artes marotas, quando derruba uma sacaria de café, deixando furioso o bravo Capataz que quer dar uma lição na menina. A boneca Denise passa por uma verdadeira aventura de diversão e suspense entre as obras do seu avô Portinari para encontrar o seu carneiro fujão, antes que suas tintas sequem. O espetáculo tem grande dinâmica e acontece com algumas músicas cantadas ao vivo pelos quatro atores animadores.

 

Farol de Cores

Um espetáculo que apresenta uma personagem divertida, palhaça e exagerada, que vive com ideias inventivas. A menina-boneca Anita se mostra como autora de brincadeiras insólitas, transformando e agitando todos ao seu redor. Seu vizinho, o menino Di, fica uma noite por semana na casa de Anita. E os dois brincam de quase tudo e também brigam por suas ideias. O que eles mais gostam de fazer é desenhar. E quando Di abre a janela da sala, as luzes do Farol do morro invadem tudo. Eles projetam na parede seus desenhos com formas inusitadas. Vão surgindo personagens surpreendentes cada vez mais. E o que será que vai acontecer quando a luz do Farol se apaga de repente? 

 

Serviço Passeios Kids:

100 Anos de Arte Moderna 100 Ponto Final

Local: Centro Cultural São Paulo

Data: Entre 4 e 14 de agosto

Horário: Sextas, às 10h00 e às 14h00;  Sábados e domingos, às 16h.

Endereço: Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso, São Paulo – SP

Classificação: Livre

Valores: Entrada gratuita. Os ingressos são distribuídos uma hora antes de cada sessão.

Confira a programação completa no site: centrocultural.sp.gov.br

Programação das peças:

Peça: O Trenzinho Villa-Lobos
Apresentações: 04, 05/06 (às 16h); 10/06 (às 10h e 14h); 11, 12; 18, 19/06 (às 16h).

Peça: Portinari Pé de Moleque
Apresentações: 15/07 (10h e 14h); 16, 17/07 (16h); 22/07 (10h e 14h); 23, 24/07 (16h).

Peça: Farol de Cores
Apresentações: 29/07 (10h e 14h); 30, 31/07 (16h); 05 (10h e 14h), 06, 07/08 (16h), 12/8 (10h e 14h), 13, 14/08 (16h).

Peça: A Cuca Fofa de Tarsila
Apresentações no mês de junho e julho: 24/06 (às 10h e 14h); 25, 26/07 (às 16h); 01/07 (10h e 14h); 02, 03/07 (16h); 08/07 (10h e 14h); 09, 10/07 (16h).

Publicidade

Delivery School