Categorias: Ao Ar Livre, Passeios

Horto Florestal tem trilha de nível fácil para famílias com crianças

Partiu caçar TRILHAS pela cidade de SP? Nós estamos nessa pegada por aqui e a primeira que fizemos fica dentro do Horto Florestal, Zona Norte de SP.

Andando pelas pistas de caminhada do parque vocês verão essa escadaria (foto principal da matéria) que é entrada para algumas trilhas, todas curtas, de nível fácil e que saem em outros dois pontos (que também ficam na pista de caminhada).

A trilha tem uma pequena subida, é totalmente adaptada para fazer com crianças e muito próxima a pista de caminhada em toda sua extensão. A diversão é deixar as crianças explorarem no tempo delas. Fizemos 4 vezes a pedido delas, para vocês terem ideia.

Para quem vai com bebê, o percurso não permite carrinho, mas um sling ajuda bastante.

O Horto é um parque público e fantástico. Vocês podem ver por lá capivaras, macacos, carpas, gansos, patos e muitas aves. O parque tem parquinho, banheiro com fraldário, mesas para piquenique e permite bicicleta, patins e patinete.

O próprio Horte tem estacionamento gratuito, mas para quem chega cedo também é possível estacionar o carro na rua.

Segundo o site The North Face fazer trilhas é bom em qualquer idade. Os benefícios do contato com a natureza e da própria atividade física são sentidos por qualquer pessoa, desde os menorzinhos até os mais velhos. No entanto, alguns pais ainda têm receios de levar as crianças para esse tipo de aventura. Por isso, eles separaram algumas dicas que podem te ajudar a se programar e aproveitar ao máximo todas as maravilhas de uma trilha em família.

  1. NÃO VÁ MUITO LONGE

Não são todas as crianças que se adaptam bem às longas viagens de carro. Além do desconforto e da ansiedade, passar horas na estrada é desgastante e pode comprometer todo o restante do dia. Então, principalmente quando os filhos ainda são pequenos ou estão entrando no mundo das trilhas agora, escolha opções próximas a você. O ideal é que a distância máxima nesta introdução às trilhas seja de no máximo 1h30 de viagem. Uma opção interessante é começar com as próprias trilhas dento dos parques urbanos. As crianças bem pequenas vão se acostumando aos poucos com a caminhada, os obstáculos e o cansaço. Com o tempo vá buscando opções mais desafiadoras.

  1. ESCOLHA TERRENOS FÁCEIS

Além da distância, atente-se também ao tipo terreno que a trilha tem. Caminhos com muitas raízes, pedras ou inclinação não são indicados para crianças muito pequenas. Eles ainda estão desenvolvendo habilidades motoras e podem cair e se machucar com facilidade. Além disso, muitas vezes, as crianças ainda não têm preparo físico suficiente para transpor os obstáculos com facilidade. Então, quanto mais simples for o caminho, menores são as chances de ter imprevistos que comprometam a aventura.

  1. MANTENHA AS CRIANÇAS ENTRETIDAS

Qualquer pai ou mãe sabe que o segredo para o sossego é manter as crianças entretidas. Nas trilhas não seria diferente. Se a criança for apenas andar, andar e andar, rapidamente ficará entediada e a chance de querer voltar será bem pequena. Portanto, crie situações em que elas estejam entretidas. Pequenos desafios, curiosidades, paradas para observar as plantas e bichos são apenas algumas das opções de entretenimento. Por menores que as crianças sejam, elas não precisam de brinquedos para brincarem na natureza. Incentive-as a fazerem novas descobertas e usarem a imaginação.

  1. RESPEITE O RITMO

Crianças têm o seu próprio ritmo e isso precisa ser respeitado. Faça paradas constantes para o descanso, hidratação e alimentação. Também fique atento às necessidades fisiológicas e esteja preparado para este “desafio”. Às vezes um caminho que o adulto faz em poucos minutos, serão completados em horas por uma criança e isso é normal. Não se preocupe em bater recordes, as passadas serão bem lentas, mas cada uma delas garantirá uma descoberta, pode apostar.

  1. ESTEJA COM OS EQUIPAMENTOS E ROUPAS CERTOS

Não é necessário ter todos os equipamentos de um montanhista profissional. Mas, usar um calçado adequado, roupas confortáveis e ideais para o tipo de atividade e condição climática, são fatores essenciais para o conforto, segurança e bem-estar na trilha. As botas jaquetas impermeáveis, por exemplo, fazem toda a diferença

Procurando outros passeios ao ar livre? Clique aqui para conferir algumas opções

Publicidade