Categorias: Experiências, Parques de Diversões, Teen

Vale a pena levar as crianças ao Hopi Hari? Nós fomos e contamos tudo

Após mais de 9 anos sem visitar o Hopi Hari, enfim voltei e desta vez com a Juju e minha enteada Alice, louca para ver como o parque estava.

Primeiro eu não lembrava o quanto o parque é grande e já aviso que é um dia de muita caminhada. Por isso vale a pena visitar área por área e saber exatamente onde estão os brinquedos que seus filhos podem ir.

As atrações são limitadas por altura, por isso listamos abaixo as atividades de acordo com as regras:

Sem Restrição de altura:

GIRANDA DI MUSIK: É o famoso carrossel e também o departamento de trilhas musicais dos Looney Tunes em Hopi Hari.

GIRANDA MUNDI: A maior roda-gigante do país está localizada na região di Kaminda Mundi. A atração tem 44 metros de altura e já foi palco de inúmeros pedidos de casamento.

JOGAKÍ DI KAMINDA: Área de jogos na qual você diverte e ainda pode ganhar prêmios.  Obs.: esta atração é paga à parte.

KASTEL DI LENDAS: Conheça as lendas e o folclore das regiões do Brasil enquanto percorre um canal aquático.

LEVÁ I TRÁZ: É o departamento de Transportes do estúdio dos Looney Tunes, no qual os tikitos fazem um passeio animado a bordo da frota de caminhões de desenhos animados.

LOKOLORÊ: Esta atração tem estrutura semelhante às xícaras malucas, mas trata-se de latas de tinta que rodopiam sob o comando do Taz Mania.

NAMUSKITA: Em Wild West não poderia faltar o tiro ao alvo! Aqui, mocinhos e vilões testam a pontaria antes de encararem seus duelos. Venha testar a sua, também! Obs.: esta atração é paga à parte.

Permitido a partir de 0,80m

TRAKITANAS: Uma verdadeira academia de dublês de desenho animado, na qual as crianças podem treinar as atividades escalando e escorregando no deserto dos desenhos do Coyote e do Papa Léguas.

Permitido a partir de 0,90m

DISPENKITO DA VOVÓ: O Dispenkito da Vovó é uma das atrações mais procuradas pelos tikitos. São duas mini torres que fazem alusão a uma divertida perseguição do Frajola.
KONFRONT: Semelhante a um carrossel suspenso, no Konfront os tikitos participam de um confronto em verdadeiras naves espaciais, enquanto Marvin, o Marciano grava cenas de seu filme em Hopi Hari e coloca em prática seus truques para tentar conquistar a Terra.

Permitido a partir de 1m

BAT-HATARI (Mini Montanha-Russa): É a incrível experiência de estar no Batmóvel e sentir a emoção de ser perseguido pelo assustador e obcecado Bane, enquanto ele destrói parte da capital di Hopi Hari.

BRAVO BULL: Desafie um touro mecânico no meio do velho oeste como se fosse um cowboy de verdade.

DISMONTI: Carros “envenenados” pelo Coringa para um grande ataque em massa. Sua única chance de acabar com o plano é se apoderar de um desses veículos na Oficina do Coringa e dirigi-lo durante uma perseguição cheia de surpresas.

RIO BRAVO: O nome já diz tudo: aqui, os visitantes percorrem 600 metros de corredeiras a bordo de barcos arredondados. Durante o percurso é possível desfrutar de uma linda paisagem, com montanhas, cachoeiras e pontes.

SPLESHI: Uma corredeira com falsos barris que derrubam água sobre os visitantes e ainda proporcionam um mergulho super-refrescante no final.

Permitido a partir de 1.10m

CINEMOTION: Em “Lanterna Verde contra Parallax”, você será convidado a embarcar na cápsula espacial deste super-herói e participar de uma viagem em 2D fascinante e cheia de aventuras.

SIMULÁKRON: Você já pensou em experimentar um simulador de montanha-russa indoor, ou seja, dentro de um templo Maia? Aqui, nós oferecemos essa aventura. É de tirar o fôlego!

Permitido a partir de 1.20m

GHOSTI HOTEL: Um hotel mal-assombrado em Hopi Hari, administrado pelos aterrorizantes Jordan e Giovanda. Entre e conheça também os hóspedes, igualmente assustadores.

KATAKUMB: É a réplica do templo de Ramsés II, antigo rei do Egito, em formato labirinto, no qual você precisa, em meio a sarcófagos e múmias, achar a saída.

LA MINA DEL JOE SACRAMENTO: Diz a lenda que Joe encontrou a maior pepita de ouro di Hopi Hari. Se tiver coragem, entre pela passagem secreta e siga até as profundezas desta mina abandonada, que mais parece um labirinto.

VULAVIKING: Já ouviu falar na barca? Aqui no Hopi Hari você sobe e desce dentro de um barco viking incrível até ele quase virar. Nem os vikings tinham tanta coragem assim.

Permitido a partir de 1.30m

ELÉKTRON: Você quer aventura eletrizante? Então suba na máquina do Lex Luthor e deixe o balanço desta atração te levar.

HADIKALI: O único SkyCoaster em operação no país atinge 120k/h e proporciona um voo rasante e com muita adrenalina sobre o lago di Hopi Hari. Escolha saltar sozinho, em dupla ou em trio. Obs.: esta atração é paga à parte. Consulte os valores de cada voo no dia da sua visita.

TIROLESA: Travessia de 230 metros sobre o lago di Hopi Hari. É pra deixar os problemas de lado e esfriar a cabeça curtindo uma linda vista. Obs.: esta atração é paga à parte.

TRUKES DI PINGUIM: Encare a aventura de voar no gigantesco guarda-chuva do Pinguim, e ajude a dupla dinâmica a impedir os truques deste vilão.

Permitido a partir de 1.40m

EKATOMB: Embarque na nave suméria que pousou em Hopi Hari e descubra seus mistérios. Ekatomb Anunnaki! As inversões vão te deixar de cabelo em pé!

EVOLUTION: Esta atração combina aventura com um lindo visual, e deixa todo mundo de cabeça pra baixo e de pernas para o ar no laço do cowboy.

KATAPUL: Dispare em altíssima velocidade com o Superman nesta montanha-russa radical. Você nunca mais vai esquecer o incrível voo em looping que ela faz. É frio na barriga na ida e na volta!

MONTEZUM: Esta é a maior montanha-russa de madeira da América do Sul. Ela ganha nos quesitos altura (42,2 metros), extensão (1.024 metros) e velocidade, pois atinge 103km/h. Além disso, sua queda é de 44,5 metros e o tempo de percurso dura apenas 58 segundos. É emoção na certa!

VURANG: A Vurang é uma montanha-russa dentro uma pirâmide cheia de mistérios. Pra dar ainda mais emoção, além de suas curvas, subidas e descidas, os carrinhos giram em todo do próprio eixo e o melhor: você faz quase todo o percurso no escuro.

Áreas do parque

O Hopi Hari foi projetado como um país fictício, por isso, possui bandeira, dialeto e hino próprios. Kaminda Mundi, Pernalonga e sua Turma, Mistieri, Liga da Justiça e Wild West são as cinco áreas que compõem o parque. Saiba mais sobre elas:

  • Kaminda Mundi: se fossemos traduzir do hopês, dialeto oficial do Hopi Hari, essa área levaria o nome de Caminho do Mundo. É a entrada do parque e representa o lugar em que os primeiros habitantes deste país lúdico se instalaram. É onde você aluga armários, carrinhos de bebê e outros. Quatro atrações estão presentes ali, além de lojas e pontos de alimentação.
  • Pernalonga e sua Turma: é o estúdio de filmagem dos Looney Tunes. Conhecida como o lugar da fantasia, essa região representa a expansão do país, é perfeita para os pequenos e suas atrações são como departamentos de filmagem.
  • Mistieri: enquanto os primeiros habitantes do Hopi Hari trabalhavam na construção da capital do país, descobriram um enorme sítio arqueológico – com tumbas, catacumbas, pirâmides e mais – e assim surgiu a área dos mistérios. É o lugar para quem está em busca de atrações radicais.
  • Liga da Justiça: essa área abriga a capital do Hopi Hari, Aribabiba. O lugar foi ameaçado por vilões malignos, então, heróis da Liga da Justiça foram convocados pelos deuses para combatê-los. Aqui você encontra atrações para toda a família.
  • Wild West: depois de planejar a capital, os habitantes do Hopi Hari descobriram um rio que cortava a região de Wild West, o Rio Bravo – uma das principais atrações do parque. Tematizada como o Velho Oeste dos Estados Unidos, a área ainda oferece brinquedos, restaurantes e lojas.

As áreas do Hopi Hari tem atrações para todos os gostos: se quer brinquedos mais tranquilos e voltados para as crianças, Pernalonga e sua Turma é o lugar; caso esteja em busca de emoção, Mistieri tem as opções certas; já Wild West, Liga da Justiça e Kaminda Mundi oferecem diversão para a família toda.

Dicas:

  • O parque oferece espetáculos e apresentações que acontecem em horário determinado. Vale a pena assim que chegar conferir os horários e se programar para ir. No dia que eu fui cheguei 20 minutos antes com medo de esgotar, mas o teatro é muito grande e até o pessoal que chegou atrasado conseguiu entrar. É importante dizer que o dia que eu fui o parque não estava cheio
  • Evite ir aos domingos, pois o parque fica muito cheio. Eu fui no sábado e tive uma ótima experiência com atrações sem filas. Ir em mês após férias também ajuda a evitar parque cheio.
  • Leve uma mochila leve com o essencial apenas.
  • O parque possui bebedouro em diversos pontos, por isso vale a pena levar uma garrafa de casa e abastece-la.
  • Vá com roupa confortável, boné, protetor solar e óculos escuro.
  • Saiba que, em cada área temática, é possível encontrar de tudo: lanches, pizzas, pastéis, cachorro-quente, saladas, massas, doces e outros. Inclusive há opções vegetarianas e veganas por todo o parque.
  • o Hopi Hari oferece guarda-volumes localizados na entrada do parque, em Kaminda Mundi, para que você possa guardar seus pertences.
  • Precisa de um lugar calmo especialmente para amamentar ou cuidar de seu bebê? O Mamadero, em Pernalonga e sua Turma, é o ideal, mas por todo o parque há espaços para famílias com bebês.
  • Uma sugestão é fazer o parque pelo lado oposto ao que a maioria dos visitantes costuma fazer – de manhã, a região de Mistieri fica muito lotada, então, que tal começar por Wild West, que quase sempre está vazia nesse horário?
  • Leve uma troca de roupa, toalha e roupa de piscina (se achar necessário). O parque tem várias atrações que molham.

Onde se hospedar

Nós ficamos hospedados no Quality Resort Itupeva, hotel em frente ao parque e que oferece transfer de ida e volta e ingressos com desconto. Clique aqui para saber mais sobre o Quality.

O que achamos

O parque está realmente incrível. Curtimos demais.

E o mais legal é que tem diversas opções para crianças de todas as idades. Juju com 1,20m curtiu demais as Mini Montanha Russas, o Spleshi e a área das fontes.

A unica atração que deixou a desejar foi o Kastel Di Lendas, que parecia um pouco abandonado.

Gostamos bastante também das opções de alimentação e valores. Gastamos em média R$28 por pessoa para almoçar (combo de lanche, fritas e bebida).

Publicidade

Família no Parque